dicassaude

COMO RELAXAR EM APENAS 10 MINUTOS

Na vida moderna, a sensação é que as pessoas estão sempre atarefadas e sem tempo para realizar atividades que fujam da rotina de trabalho. Esse comportamento, porém, pode acarretar doenças como ansiedade, depressão e síndromes graves, além de estresse. Embora as atividades do dia a dia consumam boa parte do tempo, em apenas 10 minutos dá para amenizar esse problema e até evita-los com as práticas simples de relaxamento ensinadas por especialistas.

vida-4005949

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nejieh Rajab Bassul pratica meditação e garante que exercícios de respiração ajudam a deixar o estresse do dia a dia de lado – Foto: Edson Chagas

PRATIQUE JÁ!

Faça uma breve caminhada – Dez minutos de caminha ao ar livre diariamente aliviam sintomas da depressão e melhora o humor.

Alongue-se – Não passe muito tempo na mesma posição e gire o pescoço em 180º para aliviar as tensões.

Faça uma automassagem – Massagear as costas, nuca, cabeça e pés alivia a tensão e evita dores.

Telefone para um amigo ou parente – Ouvir a voz de uma pessoa querida tem o poder de melhora o ânimo. Mas não vale ligar para reclamar de problemas.

Medite – Se você não sabe por onde começar, o app Headspace pode ajudar. Traz guias diários que ajudam a dominar a arte da meditação.

Ouça sons relaxantes – Você pode escolher as canções ou utilizar apps como o Relax Melodies que tocam sons da natureza e melodias calmantes.

Escreva – O velho diário pode ser útil: escrever sobre os problemas ajuda a organizar suas ideias e, botar as coisas boas no papel, faz lembrar que há pontos positivos na vida.

Liste o que você deseja fazer na vida – Adicione itens sempre que um desejo novo aparecer. Deixe a imaginação correr, com desejos grandes e pequenos, para vislumbrar possibilidades e colocar as coisas na prática.

Aproveite os prazeres da vida – Coma doces e frituras quando bater aquela vontade incontrolável. Mas lembre-se o consumo deve ser consciente e sem culpa.

Assista vídeos de gatos – Diminuem sentimentos negativos, assim como quando vemos um bebê ou um cachorrinho. Ocorre o que se chama mecanismo de apego, gerando uma sensação de felicidade.

Fonte:  A GAZETA  


 

   

VINHO faz bem à saúde

Aprenda a combinar vinho e prato quente

A polêmica é antiga, mas parece que, finalmente, os estudiosos do problema chegaram a uma conclusão definitiva em relação ao vinho. E ela é favorável. Após alguns anos de estudos nos Estados Unidos, Inglaterra, França e Dinamarca, os especialistas concluíram que quem bebe vinho tinto regularmente reduz em 35% o risco de desenvolver doenças cardiovasculares. Essa descoberta teve início no século XIX e de uma forma bem inusitada. Autópsias realizadas em cidadãos franceses revelaram que a maior parte deles não possuía artérias obstruídas pela gordura. Isso deixou os estudiosos intrigados, uma vez que pensavam exatamente o contrário, já que a culinária francesa é pródiga em comidas gordurosas. Mas eles também tomavam muito vinho. A conclusão não demorou a chegar. Daí em diante, entidades importantes, como a American Dietetic Association, passaram a receitar o vinho, de forma comedida, é claro. Nos Estados Unidos ele passou a fazer parte do cardápio da Universidade Johns Hopkins. Com a continuação das pesquisas, verificaram que o vinho não era benéfico apenas para o coração.

A cada momento se descobre no vinho uma nova propriedade positiva para a saúde. Segundo esse mestre, o vinho é composto de cerca de 400 substâncias, algumas delas podendo aumentar o bom colesterol, evitar a oxidação das células, reduzir a formação de placas de gordura nas veias, dilatar os vasos e melhorar a circulação.

Alguns cientistas mais exagerados vão até mais longe, mas não garantem a autenticidade de suas pesquisas. Para eles, o vinho pode combater diversos tipos de vírus, bactérias, câncer, doenças degenerativas e males decorrentes do envelhecimento. Isto porque está comprovado que o vinho possui perto de 200 compostos fenólicos, substâncias que agem como antioxidantes e anti-inflamatórios, sendo a resveratrol a mais importante delas.

A mesma substância que é produzida naturalmente pela videira para proteger os cachos de uva dos fungos e da umidade. A resveratrol inibe o desenvolvimento de tumores, protege os neurônios, é um forte antioxidante, combate vírus e é um potente anti-inflamatório.

Encontrado principalmente na casca e nas sementes das uvas, o resveratrol aparece mais nos tintos franceses feitos com uva tannat. Ele quase não existe nos vinhos brancos e nos espumantes.

 

   

10 dicas para uma vida mais saudável

saude11 – Evite refrigerantes e atenção aos sucos prontos. O consumo de refrigerantes normais está relacionado à diabetes e obesidade, enquanto o de não adoçados (como light, diet e zero) causa piora do funcionamento dos rins. Já a frutose proveniente das frutas e que adoça os sucos prontos, quando consumida em excesso pode provocar aumento da pressão arterial.

2 – Distribua melhor as refeições ao longo do dia. Tente se alimentar a cada três horas para evitar redução do metabolismo e sobrecarga em determinadas refeições (principalmente à noite). Além disso, evite que o corpo entre na chamada "reserva de energia", que é quando o organismo entende que, pelo jejum prolongado, precisa armazenar calorias, dificultando a perda de peso.

3 – Aumente o consumo de líquido ao longo do dia, preferencialmente água. A ingestão contínua de líquidos mantém o metabolismo em constante movimento, assim como a atividade das células corporais e o funcionamento do intestino. Não espere a sede. Se ela chegar, é sinal de que o corpo já está desidratado.

4 – Prefira alimentos integrais em substituição aos carboidratos refinados. Os integrais levam mais tempo para serem digeridos, promovendo maior tempo de saciedade e melhor funcionamento do intestino.

5 – Não consuma alimentos muito calóricos no jantar, isso pode prejudicar o sono. Além disso, como o metabolismo fica mais lento à noite, o gasto de calorias nesse período será menor, podendo gerar ganho de peso.

6 – Pratique atividades físicas, elas são fundamentais para promover condicionamento, aumentar a longevidade e diminuir o estresse. Para quem tem mais de 35 anos, exercícios físicos ajudam a manter a massa muscular. A prática é importante porque parte do metabolismo depende da massa muscular.

7 – Só consuma medicamentos sob orientação médica. Sem o acompanhamento profissional, as pessoas tendem a tomar medicação em excesso ou a deixar de tomar medicamentos que realmente precisam.

8 – Durma bem. Para um sono mais tranquilo, evite: refeições pesadas à noite, cafeína depois das 17 horas e exercícios físicos extenuantes no período noturno.

9 – Tenha um hobbie ou faça atividades de que goste bastante, saindo da rotina. É uma ótima maneira de escapar do círculo de pensamentos preocupantes e de manter a motivação.

10 – Procure informação e ajuda para parar de fumar ou de consumir álcool em excesso. O cigarro é fator de risco para inúmeras doenças e sobrecarrega muito o aparelho pulmonar e o sistema circulatório. Já o álcool, além de trazer problemas comportamentais, é bastante nocivo ao fígado e ao pâncreas, que são fundamentais para o nosso metabolismo.

Fonte: Hospital Albert Einstein

   

BC Supermercados – Rua Dr. Wanderley, s/nº, Centro, Alegre-ES . Fone: 28 3552-2349